sábado, 10 de setembro de 2011

Borges garante mais um triunfo do Peixe, que vence Cruzeiro e o juiz

Santos, SP / Vila Belmiro, Sábado, 10/09/2011 - 18:00
Min:18 - Max:24 ºcSol e Chuva
12 ° Santos 1 x 0 Cruzeiro 13 °
Gols: Borges
23ª RODADA
Borges garante mais um triunfo do Peixe, que vence Cruzeiro e o juiz
Santos marca três gols, mas só um valeu. Os outros dois foram mal anulados. Montillo teve a chance do empate, mas jogou pênalti para fora
A CRÔNICA
por Adilson Barros
Borges, sempre ele. O artilheiro do Campeonato Brasileiro marcou seu 16º gol neste sábado, na vitória santista sobre o Cruzeiro, por 1 a 0, pela 23ª rodada da competição nacional. Na verdade, o goleador marcou dois gols legítimos. Só um valeu. O outro foi anulado por impedimento inexistente. Aliás, não foi só o camisa 9 quem teve um gol legal não marcado. O zagueiro Edu Dracena também marcou o seu. Estava em posição normal, mas não pôde comemorar. A Raposa ainda perdeu um pênalti desperdiçado. Montillo cavou, bateu e mandou para fora.
Com o resultado, o Alvinegro Praiano, que emplaca uma sequência de seis jogos sem derrotas, vai a 29 pontos. Está em 12º lugar, com dois jogos a menos. O Cruzeiro, com 28, está na 13ª posição.
Peixe marca três. Só um vale

Logo nos primeiros movimentos de jogo, um lance de extrema infelicidade para o jovem volante Alison, do Santos. Com 18 anos, ele estreava na equipe principal. Foi promovido às pressas por causa dos desfalques alvinegros - sete no total. Em seu primeiro lance, subiu no meio de campo para disputar a bola cabeça. Caiu de mal jeito, torceu o joelho direito e deixou o gramado chorando muito, com suspeita de ruptura de ligamentos. Outro jovem, Anderson Carvalho, entrou no lugar de Alison.
O Cruzeiro começou muito desatento. A ideia era marcar individualmente os principais jogadores santistas. Leandro Guerreiro colava Neymar; Léo vigiava Borges, Gilberto ficava em cima de Alan Kardec. Naldo sobrava. O problema da equipe mineira é que os marcadores não funcionaram e os santistas deitaram e rolaram.Fonte globo esport

Nenhum comentário:

Postar um comentário