sábado, 25 de junho de 2011

Futura Sinhazinha também ama os animais

Futura Sinhazinha também ama os animais


A Sinhazinha, um dos itens que contam pontos no Festival de Parintins, é uma das personagens mais importantes do folclore do boi.
É ela, que depois de ver seu querido animal ser morto pelo Pai Francisco por causa de um desejo da Mãe Catirina, pede o perdão para os dois após o bovino ressuscitar, obra sobrenatural realizada com o esforço do Pagé.
Nas apresentações, é sempre uma moça de traços mais europeus, que simboliza a riqueza e prosperidade do Brasil. Filha do Amo do boi, o dono da fazenda, tem que ter leveza e graciosidade para evoluir na arena.

Tornar-se uma Sinhazinha com todos os requisitos necessários não é uma coisa que se consegue da noite para o dia. Por isso Rayana Tavares, de apenas 11 anos, vem se dedicando desde 2008 ao papel. Aluna da Escola de Artes do Caprichoso, a menina fez alguns passos e mostrou ter os requisitos que a personagem exige.
Seu talento já rendeu até um convite do Garantido, que ela recusou. “Minha avó, que já faleceu, me mostrou o Caprichoso, por isso não trocaria nunca”, contou.
Apesar da pouca idade, Rayana já dançou no bumbódromo em 2010, junto com um grupo apresentado com a nova geração do Azul. “Foi indescritível, muito emocionante e quase chorei.”
Se persistir, provavelmente ela se tornará a Sinhazinha oficial do Caprichoso, figura que hoje é de Thainá Valente. O problema é que, como as crianças começam o treino muito cedo, muitas vezes mudam de ideia ao crescer.

“É diferente de quando um adolescente começa alguma coisa”, explica o professor Marcos Falcão, que também é coreógrafo do boi. “Fazemos uma seleção para ver quem tem aptidão, mas nem todas continuam.”
Embora apaixonada pela dança, essa é uma possibilidade que pode ocorrer também com Rayana. “Quero ser veterinária, não suporto ver nenhum bicho sofrer”, me disse.
Mesmo com o desejo de seguir uma outra carreira paralela, o que consegue ser feito por algumas das musas do boi, talvez não haja conflito na ainda incerta escolha profissional de Rayana. Afinal, o amor por um animal é o traço mais marcante da Sinhazinha.
Rodolfo Bartolin Fonte Eband

Nenhum comentário:

Postar um comentário